Notícias da CCR NovaDutra

Notícias

26/05/2017 | Notícia

Campanha de segurança ‘Dirigir não é perigoso’ terá distribuição de folhetos na via Dutra

A CCR NovaDutra realiza, entre sexta-feira (26) e domingo (28), mais uma ação de sua nova campanha de segurança, ‘Dirigir não é Perigoso’. Durante os três dias, serão distribuídos 24 mil folhetos nas praças de pedágio de Arujá, no Alto Tietê; em Moreira César, no Vale do Paraíba; e na praça de Viúva Graça, na Baixada Fluminense. 

A campanha ‘Dirigir não é perigoso’ da Concessionária foi lançada dentro das ações do Maio Amarelo e se estenderá ao longo do ano pelos 402 quilômetros da rodovia. A campanha tem como objetivo alertar os motoristas e usuários da via Dutra sobre alguns comportamentos que adotamos no cotidiano do trânsito, que podem causar acidentes, e reforçar que atitudes responsáveis podem contribuir para a redução de ocorrências e mortes na rodovia.

Para sensibilizar e conscientizar quem trafega pelos 402 quilômetros da via Dutra, foi criado um novo jingle e novos spots de segurança que estão sendo veiculados na programação da CCRFM 107,5, além de instalação de faixas com mensagens de segurança e distribuição de 50 mil folhetos nas praças de pedágio. 

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que, diariamente, três mil pessoas morrem nas estradas e ruas de todo mundo. Por outro lado, estudos do Observatório Nacional de Segurança Viária apontam que a maioria dessas vidas poderiam ser poupadas se os motoristas adotassem atitudes mais responsáveis no trânsito, já que 90% dos acidentes ocorrem por falhas humanas, que vão desde a desatenção dos condutores até o desrespeito à legislação.

A imprudência e a distração são fatores que causam acidentes também na via Dutra. Nos trechos de maior volume de tráfego da rodovia, os tipos de acidentes mais comuns são a colisão traseira e a colisão lateral. Para se ter uma ideia, em 2016, no trecho entre São Paulo e Guarulhos, que possui um volume médio de tráfego de 300 mil veículos, foram registradas 607 ocorrências deste tipo. Já no Vale do Paraíba, a colisão traseira correspondeu a 968 acidentes, sendo a grande maioria deles pequenas colisões, sem vítimas. No Sul Fluminense foram registrados 560 acidentes e na Baixada Fluminense mais 769 ocorrências. 

Responsável pela operação e administração da rodovia há 21 anos, a CCR NovaDutra investe constantemente em obras, sinalização e campanhas educativas para oferecer uma viagem mais segura aos usuários. Desde 1996, houve queda de 84% no índice de mortes na rodovia, mesmo diante do aumento de 92% no volume de tráfego.

‘Dirigir não é perigoso’

  • Perigoso é não usar o cinto de segurança;
  • Perigoso é usar o celular enquanto dirige;
  • Perigoso é não manter uma distância segura do carro a frente;
  • Perigoso é beber e dirigir;
  • Perigoso é parar no acostamento;
  • Perigoso é dirigir com sono. 

Fonte: Assessoria de Comunicação


Voltar